Gin Tônica: A bebida que já foi remédio

Atualmente um dos drinks mais pedidos nas casas noturnas de todo o mundo é Gin Tônica e certamente você já deve ter provado ou ouvido falar dessa combinação que tem ganhado admiradores ao longo dos séculos. É isso mesmo, esse drink pode parecer contemporâneo mas a sua história remonta a um contexto antigo.

A fama é inglesa mas origem do gin vem da Holanda. No século XVII (1650), o médico e professor, Francisco de la Boie, conhecido como Sylvius, pesquisava um remédio diurético que amenizasse problemas renais. Para isso juntou o zimbro ao destilado de cereais e fez o que mais tarde seria conhecido como Gin. Há relatos que o Gin era utilizado também no tratamento de Peste Negra e até Malária.

Como o “remédio” tinha sabor amargo, os boticários (farmacêuticos da época) faziam infusões com ervas aromáticas e especiarias para tornar o gosto mais aprazível ao paladar. O mundo até então deliciava-se com bebidas fermentadas como cerveja e vinho. Devido ao teor alcoólico superior, o Gin se popularizou rapidamente em toda a Europa.

O Gin chegou a ser embate de disputas políticas entre potências Européias na época desde a taxação de impostos até mesmo à tentativa de monopolizar a produção e distribuição da bebida. No século XVII e XVIII o consumo desenfreado da bebida tornou-se um problema de administração pública no Reino Unido e houve até a tentativa de um levante contra a Coroa Britânica em 1736 chamado: “no Gin, no King” (sem Gin, sem Rei).

Com a invenção de novas bebidas destiladas o Gin caiu em “esquecimento” até a 1ª Guerra Mundial, onde foi fundamental para manter as tropas aquecidas e com o sistema imunológico fortalecido. Novamente, para burlar o sabor amargo e intenso, chefes de cozinha adicionaram licores de frutas além de outras especiarias.

Logo após a 2ª Guerra Mundial, houve mais uma inovação no Gin, a adição de Água Tônica. Isso fez com que o teor alcoólico do drink ficasse menor, e o coquetel ficasse mais leve e refrescante. Para variar, foi um sucesso até meados dos anos 90, onde a bebida caiu em ostracismo.

Logo após 2010 a bebida volta a ser destaque em pubs, e casas noturnas e ganha novos apreciadores. A forma artesanal de preparo do drink e a infinidade de combinações ganhou o coração dos jovens em todo o mundo e atualmente, o drink Gin Tônica tem destaque mundial novamente. Nada mal para uma bebida que foi concebida como remédio, não é mesmo?

Fontes: Wikipédia, Super Interessante, Blog Casa e Cozinha,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *